História

  A história do Sanduíche

Detalhes SANDUICHE –EM PRIMEIRO LUGAR PORQUE “SANDUICHE”Na Inglaterra, século XVII, vivia um lorde chamado John Eduard Montague (1718-92), conde de sanduwich. o sujeito adorava jogar cartas e costumava varar as noites jogando baralho com os amigos.

Para poder matar a fome durante as madrugadas, o conde de Sandwich pedia a seus empregados que deixassem preparados pães cortados e recheados de queijo, manteiga, salame e presunto. Era super prático pois o lorde podia continuar jogando enquanto enchia a pança.

 

 


Detalhes MAIONESE – O descuido que virou maionese.Historiadores de culinária afirmaram que a tatataravó da maionese nasceu por acaso. Tudo começou em 1756, com a preparação de um jantar pelo chefe de cozinha do Duque de Richelieu, na França.O menu contava com molho à base de creme de ovos. Durante a preparação o chefe se deu conta de que não havia creme de leite suficiente para preparar o seu prato. Na falta de um bom supermercado ou delivery por perto na época, nosso esquecido, mas criativo chefe não teve dúvidas e improvisou na hora: substituiu o creme por óle e bateu normalmente, “VOILÁ”, deu certo!Como o Duque havia derrotado os ingleses em uma batalha no Porto de Mahon, nosso chefe batizou sua invenção de “mahonnaise”.Com certeza, ele ganhou um pontinho com o patrão e nós um acompanhamento saboroso e versátil, perfeito para dar “aquele” toque especial em tudo com o que fazemos.Não é uma delícia de história? 

Detalhes KETCHUP – Muito provavelmente, a palavra ketchup, deriva do chinês ketsiap, um molho de peixe fermentado, que se espalhou pelo sul da Ásia, chegando à Malásia e a Indonésia, com o nome de Ketchap ou Kecap manis.Navegadores holandeses do séculoXVII trouxeram esse molho da china para o Ocidente. Originalmente o Ketchup era semelhante ao molho de soja ao molho inglês.Cem anos depois, quando chegou aos Estados Unidos foram adicionados tomates e esse condimento ficou conhecido como molho de tomate com soja, na época um molho escuro e fino.Os ingleses e americanos utilizavam a palavra ketchup para uma infinidade de molhos onde o único ingrediente em comum era o vinagre. Somente no século XIX o ketchup tornou a forma que conhecemos hoje em dia, mais espessos e adocicados. 

 Detalhes BATATAS FRITAS – As batatas fritas não foram inventadas na França – seu país de origem é provavelmente a Bélgica – mas a palavra “French” em “French Fries” não se refere ao seu país de origem. Refere-se na verdade, ao modo como este prato é preparado.Quando o alimento é cortado em tiras, diz-se que ele é “frenched”. Uma vez que “French Fries” são tiras de batatas (potatoes) que foram fritas (fried), elas tornaram-se conhecidas como French Fries Potatoes ou French Fries. 

Detalhes MOSTARDA – Popularmente conhecida como tempero inseparável de hot-dog, a mostarda, é, no entanto, muito mais antiga do que a piéce de resistente da culinária norte-americana. Sua história pode ser traçada até 3 mil anos atrás, quando era amplamente utilizada por egípcios, grego, romanos e asiáticos.Famosa como condimento ou por suas propriedades medicinais, a mostarda era tida pelos antigos helenos como um presente de deus cura, Asclépio ou Esculápio, e era usada como alívio para dores musculares.O romanos preferiram-na como ingrediente para a preparação de picles e os chineses a incluíram em seu cardápio.Séculos mais tarde o rei Luiz XV ficou famoso por carregar consigo um pote de mostarda durante suas viagens, uma prevenção caso seus anfitriões não a tivessem em casa. 
Detalhes HAMBÚRGUER – Porque o “hambúrguer” é chamado de “hambúrguer” se ele não contém ham (presunto).À primeira vista parece que a palavra “hambúrguer” é uma combinação das palavras “ham” e “burguer”. Portanto, você naturalmente presuma que um “hambúrguer” é um “burguer” que contém “ham”.Mas a palavra “hambúrguer” na verdade tem suas raízes na cidade de Hamburgo, “Hamburg steak”.Eventualmente “Hamburg steak” chegou aos Estados Unidos, e lá seu nome foi encurtado para “hambúrguer”. 

Detalhes O HAMBURGUER NO MUNDO – O Sanduíche que nasceu no lombo de um cavalo transformou-se em um dos maiores geradores de negócios, tendo caído no gosto das mais diversas culturas. Países com costumes diferentes têm adotado o hábito de hambúrguer com adaptações. Na índia, por exemplo, utiliza-se carne de carneiro no lugar de carne bovina; nas regiões onde a religião muçulmana é predominante, uma rede de lanchonetes projeta suas lojas com salões separados para mulheres solteiras e famílias, cada um com caixas para pagamento e pedido para que não haja encontros não permitidos pelos costumes. Quatro vezes por dia as lojas cessam as atividades para dar lugar ao momento de prece.O mercado de hambúrguer vem comprovando que não tem fronteiras e nos faz parar para pensar onde estará o limite do crescimento.O assunto dá margens para “futurólogos” tenta tem suas previsões na área e tentar responder qual a porcentagem da população do planeta que será alimentada pelo sanduíche: há quem arrisque que este número já ultrapassou 1%. 

HISTÓRIA HOT DOG

Detalhes HOT DOG – Saiba mais sobre o sanduíche mais vendido no mundo.Fontes indicam que o verdadeiro criador do produto teria sido o açougueiro alemão Joham Georghehener da cidade de Coburg, no final do século XVII, ele teria viajado para Frankfurt para divulgar sua novidade. No entanto dizem que foi um alemão da cidade de Frankfurt que gostava tanto de sue cachorrinho ….Os moradores de Viena (Wien Alemão), na Áustria, chamam a atenção para o termo “WIENER” como forma de provar que a invenção é deles.Apesar da origem européia, a popularização da salsicha ocorreu nos EUA, a partir da contribuição de açougueiros europeus de várias nacionalidades que imigraram para aquele país.OS PRIMEIROS SANDUÍCHESNão se sabe ao certo quem teria sido o primeiro a servi-lo com pão, mas em relato atribuiu a iniciativa a um imigrante alemão que teria vendido os sanduíches num carrinho de mão, durante a década de 1860 no Bairro de Bowery, em Nova York, conhecido pelos saloons e freqüência marginal.Outro imigrante alemão, açougueiro Charles Feltman, vendia tortas utilizando um carrinho de mão para circular nas ruas de coney Island. Percebendo que não poderia competir com os pratos quentes dos restaurantes, decidiu vender um pequeno sanduíche de salsicha e pão, além da cobertura de mostarda e …………., isso em 1871. 

Detalhes INVENÇÃO – O Hot-Dopg como conhecemos hoje, com o tradicional pão de cachorro-quente, foi introduzido pelo comerciante de origem bávara Anton Feutctwanger durante a Feira de Compras da Louisiana, na cidade de St. Louis, em 1904.Ele emprestava luvas brancas para que seus fregueses pudessem comer as salsichas quentes e picantes que fazia. A maioria das luvas não era devolvida e seu estoque começou a cair. Assim ele acabou pedindo ajuda ao seu cunhado, que era padeiro. Este improvisou um novo tipo de pão que pudesse conter a salsicha. Estava inventado o popular cachorro-quente.Os americanos chamavam os “frankfurters” de “salsicha dachshund”. Esta raça de cachorro originária da Alemanha possuía corpo comprido e pernas curtas, o que combinava bem com a forma das “frankfurters”.O Nome Hot-Dog começou sua história em Polo Grounds, estádio dos New York Giants. Num dia frio de abril de 1906, o comerciante Harry Stevens, responsavel pelos alimentos vendidos no estádio não estava conseguindo vender sorvete e refrigerantes e mandou seus funcionários comprarem todas as salsichas e pães que encontrassem.Em menos de uma hora, eles estavam oferencendo sanduíches utilizando tanques portáteis com água quente e gritando “they’re red hot! get your daschhund sausages while they’re red hot!”. Numa tradução livre algo como “Elas estão pelando! Peguem suas salsichas dachshund enquanto elas estão quentes!”.Ao mesmo tempo, o cartunista “Tad” Dorgan estava na cabine de imprensa do estádio e quase no final do prazo para enviar seu cartum para a redação do jornal onde trabalhava, o “The New York Journal “, ao ouvir os vendedores ele fez um cartum onde um cachorro bassê aparecia latindo, entre duas fatias de pão coberto de mostarda.Nos seu cartuns, Dorgan ridicularizava tipos alemães, os retratando como bassês falantes. Brincando com a crença popular de que as salsichas vendidas em Coney Island contivessem carne de cachorro e sem ter certeza de como escrever “dachshund”, ele simplesmente colocou “Get your hot dog!” ou pegue o seu cachorro-quente!”. O Cartum fez muito sucesso e o nome pegou.